O cão dorminhoco e o lobo


Como estava dormindo à porta de um estábulo, um cão foi surpreendido por um lobo que se
lançou sobre ele, pronto para devorá-lo. Mas o cão lhe pediu para adiar o sacrifício:
— Agora – disse ele – estou raquítico e doente. Mas espera um pouco, meus donos estão para
comemorar suas núpcias; comerei muito e, bem gordinho, serei para ti um prato delicioso.
O lobo acreditou nele e se foi. Alguns anos depois, ele voltou e viu que o cão estava
dormindo no andar de cima da casa. De baixo, ele chamou:
— Lembras de mim – disse ele – daquilo que combinamos?
O cão então falou:
— Ô seu lobo, quando me vires de agora em diante dormir diante do estábulo, não esperes
mais as núpcias.

Moral da história: Uma vez salvo do perigo, o homem sensato se previne para sempre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s